quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Educação. Qual a saída?

Hoje em dia o acesso à educação decente está muito degradante. A qualidade do ensino caiu muito, principalmente em redes de ensino estaduais. Com isso foram surgindo as cotas para estudantes da rede estadual, que nada mais é que o assumo por parte do governo de não poder dar um ensino decente nas escolas estaduais, e beneficiar esses estudantes por meio de cotas.


Claro que o ensino também depende muito do professor, seu método de ensino, o tratamento desse com seus alunos e sua vontade de ensinar são essenciais para uma boa aula e um bom ensino.


A estrutura do colégio e o tratamento desse com os alunos e professores é um fator crucial. E claro também, a aplicação do aluno perante os estudos e as aulas.


Instalações de bibliotecas diversas; aplicação de atividades extracurriculares; palestras diversificadas; aulas de campo; acesso à informática e internet na escola; áreas de lazer e aulas de reforço dariam resultados bem mais satisfatórios do que sistema de cotas e aprovação automática.


Tudo isso pode ocorrer com uma ação conjunta por parte do governo, com os diretores, professores e claro, também dos alunos.

6 Comentários:

Jhennifer Cavassola disse...

Oiee! tudo bem? Tem um selo pra você lá no meu blog. Abraços

Antônio disse...

Concordo com o seu post, também acho que se o professor usasse um método: didático, mas também divertido, os alunos aprenderiam com mais facilidade outra dica seria a exibição de alguns documentários, os documentários desse blog viriam bem a calhar, para qualquer ensino.

Jhennifer Cavassola disse...

Opa obrigada! Só falta fazer colocar o selo no blog e se dediquei é porque vc merece.

:)

depois quero falar sobre o assunto da postagem, estou sem criatividade agora. Abraços

Jhennifer Cavassola disse...

Tudo depende da educação. Toda essa violência é revoltante e se tivesse mais educação tudo mudaria.
Qual a saída? Eu respondo. As pessoas pararem de ter filhos. Caramba, vc ver pessoas que não podem ter nem 2 filhos, tem logo 10. Dai o analfabetismo cresce, a violência, uso de drogas, prostituição. Filho é pra quem pode. Como a politica vai ter controle desse jeito? Tem que ser todos nós funcionários publicos pra ajudar. Pois aqui onde moro tem escolas maravilhosas, os governadores são muito bons e vc acha que eles querem alguma coisa? vem de casa a ignorancia. Ainda mais com os politicos que temos, dai acaba tudo.
Gostei da postagem, bem discutiva.
Tenho um post pra colocar no meu blog sobre isso, cedo ou mais tarde coloco. Abraços

_Pandora_ disse...

Realmente,o sistema de cota para a rede estadual/municipal é que nem tampar o sol da peneira. O problema vai continuar, o que vai ocorrer é a acomodação dos estudantes a esse sistema do governo.
Uma coisa que o governo não fala que tirando o vestibular,o resto dos concursos publicos para cargos federais e tal, não tem sistemas de cotas!

E sobre os professores da rede estadual e municipal, acontece que eles querem ensinar ,o que ocorre são os baixos salarios, os professores que dão aula em colégios particulares dão as mesmas nos estaduais! O mal desempenho é culpa dos governantes e da falta de objetivo dos alunos!

Mas pensando bem, pra que os governantes iam dar educação para filho de pobre? Eles iam aprender a pensar, e iriam deixar de ser manipulados por redes de televisão passando a adolecencia como um mar de rosas que nem passam na malhação! Iam saber defender os seus direitos e isso é o que eles menos querem ;)




TE AMO LINDO (L)³

Lenon Mendes disse...

Olá
já faz um tempinho que eu venho acompanhando o seu blog e gostaria de propor uma parceria entre os nossos blogs.
Eu adiciono o link do seu blog no meu e você adiciona o meu.

O meu Blog é http://neuroniox.blogspot.com/
Abraço